Procedimento de soldagem e desempenho de soldadores e operadores de soldagem, segundo o Código ASME, Sec. IX..

Diante do projeto, surge a necessidade de se criar “regras” que, em conformidade com as normas aplicáveis, são capazes de dar suporte a construção desejada.

Desse modo, ao se falar de documento técnico, deve-se ter em mente todos os documentos que servirão de instrumento para a execução de um projeto previamente estabelecido.

Os materiais que são usados na fabricação de equipamentos, possuem propriedades mecânicas previamente conhecidas. São elas que determinarão se o equipamento a ser fabricado atenderá as necessidades requeridas.

Quando a fabricação exige a soldagem de materiais, é necessário garantir que a união destes seja suficientemente responsável, de modo a garantir a integridade física do equipamento. A energia empregada na soldagem, por exemplo, afeta não só o metal de solda, ela afetará também as propriedades mecânicas do metal de base. Assim, é necessário garantir que ao final do processo de soldagem, as propriedades mecânicas da junta soldada estejam de acordo com as exigências de uso daquele equipamento fabricado.

São várias as normas que estabelecem os requisitos básicos para soldagem de materiais. Cada norma no seu campo de atuação. Estas normas estabelecem critérios capazes de garantir que as juntas soldadas alcancem as propriedades mecânicas necessárias para a sua pretendida aplicação.

Entretanto, não basta apenas garantir a compatibilidade das propriedades mecânicas com as exigências de uso do equipamento. É importante também garantir que a mão-de-obra usada esteja devidamente qualificada de modo a produzir soldas de boa qualidade. Para isso, as normas também criam procedimentos de qualificação de soldador e operadores de soldagem.

Não é minha pretensão esmiuçar todos os artigos e parágrafos contidos no Sec. IX, de modo que aqui serão expostos apenas os conceitos básicos com relação aos documentos técnicos em questão.

A Sec. IX do código ASME, traz normas relativas aos procedimentos de soldagem, bem como qualificação de soldadores. A qualificação do procedimento e do soldador ou operador de soldagem é feita confrontando resultados dos testes realizados nos corpos de prova, com os critérios de avaliação impostos pela norma em questão. Divide-se, portanto, em avaliações de procedimento e avaliações de desempenho. Ou seja, aqueles que garantem as propriedades da junta soldada (procedimento) e os que avaliam a habilidade do soldador (desempenho).

Documentos relativos aos procedimentos

 Procedimento de Soldagem é um documento onde contém todos os itens a serem observados durante a soldagem. Nele estão as faixas de parâmetro onde o trabalho será realizado, por exemplo: tipo de metal de base, espessura do metal de base, corrente e etc.

É necessário confrontar o procedimento com a norma a ser aplicada. Desse modo, surgem outros documentos que são retirados do PS.

O objetivo da Especificação do procedimento de soldagem (EPS) e do Registro da Qualificação do Procedimento de Soldagem (RQPS) é determinar que a soldagem proposta para a construção soldada seja capaz de alcançar as propriedades requeridas para a sua aplicação.

Na Definição ASME: “EPS é um procedimento de soldagem, escrito e qualificado, preparado para fornecer instruções referente à execução de soldagem de produção, que estejam de acordo com os requisitos do código. A EPS pode ser usado na instrução de soldadores e operadores, no sentido de que seja assegurada a conformidade com os requisitos deste código.”

A EPS relaciona as variáveis essenciais e as variáveis não essenciais, e os limites aceitáveis dessas variáveis quando essa EPS for utilizada. Além disso, a EPS fornece orientações para o soldador.

Na definição ASME: “RQPS é um registro dos dados de soldagem dos materiais de teste. O RQPS é um registro das variáveis anotadas durante a soldagem dos materiais de teste; ele também contem os resultados obtidos nos testes dos corpos de prova.”

O RQPS relaciona e documenta o que foi utilizado na qualificação da EPS e o resultado dos testes correspondentes.

Vale salientar que várias EPS’s podem ser sustentadas por uma RPQS, bem como várias RPQS, pode dar sustentação a uma única EPS.

Num processo de soldagem, as alterações das variáveis de soldagem podem comprometer a integridade física da junta soldada. Desse modo, para que não haja imprevistos no resultado do projeto, estas variáveis devem ser observadas de acordo limites impostos pelo procedimento.

Variáveis de soldagem

Variáveis essenciais: “são aquelas nas quais uma mudança, conforme descrita para as variáveis específicas, é considerada como alteradora das propriedades mecânicas da peça soldada, requerendo, portanto, a requalificação da EPS.” (Definição ASME)

Variáveis essenciais suplementares: “são requeridas para os materiais sujeitos aos testes de impacto, conforme especificado por outras seções deste código.” (Definição ASME)

Variáveis não essenciais: “são aquelas nas quais uma mudança, conforme descrito para as variáveis específicas, pode ser introduzidas na EPS, sem a necessidade de requalificação.” (Definição ASME).

Documentos relativos à habilidade do soldador e operador de soldagem

Conforme mencionado anteriormente, a qualificação de soldadores não se presta a avaliar as propriedades mecânicas da junta soldada. Sua função é avaliar se o soldador possui habilidade suficiente para realizar soldas de boa qualidade. Essa exigência tem por finalidade garantir que o fabricante ou contratante estabeleça que os seus soldadores ou operadores de soldagem, usando os seus procedimentos, sejam capazes de cumprir com os requisitos mínimos especificados para uma solda aceitável.

“Na qualificação do desempenho, o critério básico estabelecido para a qualificação do soldador é o da determinação de sua habilidade referente à deposição do metal de solda, sem defeitos ou que estejam dentro dos parâmetros aceitáveis. Os testes de qualificação de desempenho de operador de soldagem visam, por sua vez, a verificação de sua habilidade (como mecânico) referente ao manuseio e à operação do equipamento de soldagem.” (Definição ASME)

About these ads

Sobre Bruno Bello

Inspetor na Odebrecht Engenharia Industrial.
Esse post foi publicado em Normas. Bookmark o link permanente.

14 respostas para Procedimento de soldagem e desempenho de soldadores e operadores de soldagem, segundo o Código ASME, Sec. IX..

  1. adilson dias de lima disse:

    sou soldador e tenho interesse em trabalhar com cq,gostei muito dessa iniçiativa. valeu

  2. Bruno Bello disse:

    O blog ainda tem poucas postagens. Falta-me tempo para escrever. Espero, no futuro, poder contribuir com mais postagens sobre assuntos do nosso cotidiano. Abraços e obrigado pelo incentivo.

  3. Sidnei Rodrigues disse:

    Gostei muito do conteúdo, mas tenho uma dúvida: É possível realizar a requalificação do soldador sem uso de novos ensaios, apenas com verificação visual e dimensional, e sem o controle de desempenho?
    Uma amiga minha disse que na empresa em que atua, eles usam este método e está assim no procedimento do sistema de gestão assinado pelo N2.

    Eu gostaria de maiores detalhes.

  4. Márcia disse:

    gostei me ajudou bastante,

  5. jandernei vinicius teixeira dos santos disse:

    Bom Dia ,trabalho em uma empresa como inspetor de ultrassom e liquido penetrante, a empresa por ser bem grande tem um inspetor de solda que fica na sede, ela atua no setor de usinas hidreelétricas, na obra que trabalho soh tem eu que cuido dessa area de solda e fico meio perdido pois eles querem que eu apoie eles na qualificação de soldadores. A minha dúvida é quanto a aplicação da EPS, pois ainda naum possuo conhecimento para isso, gostaia que pudesse me ajudar quanto a aplicação da eps , como é feita.
    desde ja agradeço.

  6. io Bruno o meu nome e itamar , soldador tig mig e pretendo e mais adiante quero ser um futuro ispeto.mande para omel E-meil algo que minde mais conhesimento. obrigado

    • Bruno Bello disse:

      Durante o curso para Inspetor, receberá todo material necessário.
      Não dá pra mandar todo material de N1 para estudo via e-mail. Se vc quiser algo em específico, é só pedir.
      Abraços

  7. velozo disse:

    minha pergunta é o desempenho de soldador zera de um ano para o outro.

  8. Fernando disse:

    Muito bom o texto, como você disse a qualificação de soldador visa o desempenho, minha dúvida é pode utilizar uma qualificação de soldador para várias EPS respeitando as limitações de posições, espessura, etc?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s